Notícia Sem Título

Descubra tudo o que você precisa saber antes de contratar um(a) Diarista

Pode parecer muito simples, e de fato chega a ser, porém o desconhecimento a respeito do assunto pode ser desastroso para o empregador que contrata diaristas.

Isso porquê o segredo mora num pequeno “detalhe” que é quantos dias por semana o(a) diarista trabalha.

Entenda o que a legislação atual determina para o empregador doméstico que contrata um(a) diarista e se esse tipo de atividade requer registro em carteira ou não.

 O que diferencia Diarista de Empregada Doméstica e quando devo registrar

 - Empregada doméstica

Segundo a PEC das domésticas instaurada em 2015, empregados domésticos são aqueles que prestam serviços, de forma contínua, subordinada (como decorrência do exercício do poder de direção pelo empregador), onerosa (ou seja, o trabalho com a finalidade de receber a contraprestação salarial) e pessoal (no sentido de que o labor não deve ser prestado por terceiros e sim, pessoalmente, pelo próprio contratado) e não lucrativa a pessoa física ou família, sempre exercendo suas funções em âmbito residencial.

Ou seja, é empregado doméstico quem trabalha de forma continua em uma residência o que caracteriza vinculo empregatício diante da justiça do trabalho.

Sendo assim a empregada doméstica tem todos os direitos trabalhistas assegurados, que são:

  • Registro em Carteira
  • Aposentadoria;
  • Aviso Prévio;
  • Adicional Noturno;
  • Banco de Horas;
  • Férias Remuneradas (acrescidas de ? da remuneração mensal);
  • FGTS;
  • Intervalos para refeição ou descanso;
  • Integração à Previdência Social;
  • Irredutibilidade Salarial;
  • Jornada de Trabalho - até 8 horas diárias e 44 horas por semana (a menos que a jornada seja reduzida e haja a compensação de horas, por meio de acordo);
  • Licença-maternidade (pode ser de 120 dias, não ocorrendo prejuízos ao salário);
  • Proibições (é proibido haver diferença de salário por causa da cor, idade, sexo ou estado civil; não deve haver discriminação do salário para portadores de deficiência; é proibido o trabalho arriscado ou insalubre para menores de 18 anos);
  • Minimizar riscos no trabalho, de acordo com as normas de higiene, segurança e saúde;
  • Remuneração de Hora Extra;
  • Remuneração de Horas Trabalhadas em Viagem a Serviço;
  • Repouso Semanal Remunerado;
  • Salário Mínimo;
  • Salário-família;
  • Seguro-desemprego;
  • Vale-transporte;
  • 13º Salário.

Sim, a lista é longa, mas todos esses direitos têm que ser respeitados por parte do empregador, para manter a relação empregatícia correta diante da lei.

Veja: 5 dicas para evitar problemas trabalhistas com o empregado doméstico

- Diarista

O(A) Diarista pode ser contratada para exercer diferentes funções nas atividades domésticas ex.: faxineiro(a), passador(a), jardineiro(a), piscineiro(a). etc. 

A grande questão é que, para que essas atividades sejam consideradas como diaristas, sem vínculo empregatício com o empregador, e assim não se enquadrando em todos os direitos trabalhistas previstos na PEC das Domésticas e consequentemente não necessitando registro em carteira, o empregador deve limitar a frequência de trabalho a até dois dias por semana na casa do empregador.

Caso a atividade do(a) diarista ocorrer três ou mais dias por semana na residência do empregador, caracteriza-se vinculo empregatício e dessa forma passam a valer todos os direitos previstos pela lei para os empregados domésticos já listados logo acima.

Sendo assim, o(a) diarista cuja atividade segue o padrão acima, sem vínculo com seus contratantes é autônomo(a) e deve recolher o seu próprio carnê do INSS  para garantir seu direito a aposentadoria por tempo de serviço.

Nesses casos o empregador contratante deve assegurar o pagamento da diária de trabalho e transporte sempre na própria data da atividade realizada, ou seja, deve pagar ao final de cada dia de trabalho e não no final do mês (o que pode ser interpretado por alguns juízes, em uma eventual demanda trabalhista, como vínculo trabalhista e nesse caso ainda serem exigidos todos os direitos previstos por lei).

Veja: Mudança na tabela do INSS para empregado doméstico 2018

O valor do serviço é estipulado pela profissional dependendo do tipo e tamanho do imóvel, tipo de serviço a ser executado, grau de dificuldade, distância ou até mesmo da região onde será realizada a atividade.

Se você é contratante de serviços de diarista em sua casa, observe se suas práticas divergem daquilo que procuramos apresentar nesse post, para evitar futuras dores de cabeça.

 

 

Cotações e Índices

Moedas - 15/08/2018 16:14:49
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,902
  • 3,903
  • Paralelo
  • 3,890
  • 4,090
  • Turismo
  • 3,750
  • 4,060
  • Euro
  • 4,430
  • 4,432
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,931
  • 3,932
  • Libra
  • 4,957
  • 4,959
  • Ouro
  • 147,440
  •  
Mensal - 16/05/2018
  • Índices
  • Mar
  • Abr
  • Inpc/Ibge
  • 0,07
  • 0,21
  • Ipc/Fipe
  • -
  • -0,03
  • Ipc/Fgv
  • 0,17
  • 0,34
  • Igp-m/Fgv
  • 0,64
  • 0,57
  • Igp-di/Fgv
  • 0,56
  • 0,93
  • Selic
  • 0,53
  • 0,52
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,58
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

saiba mais »

Agenda Tributária

  • 15/Agosto/2018
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • CIDE | Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf)
  • INSS | Previdência Social.
  • IPI | Demonstrativo de Crédito Presumido (DCP).

saiba mais »

Av. Dr. Ricardo Jafet, nº 133, Vila Santa Eulalia
Ipiranga - São Paulo/SP | CEP: 04260-020
Fone: (11) 2274.5344 | contato@exodocontabil.com.br
Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)